Tel: (21) 2557-3542     |     Webmail     |     Webmail Pastores

You Tube

Assine nossa newsletter

Últimas notícias

Vídeo em destaque

Evento reuniu mais de 5 mil pessoas em diferentes polos no Brasil

 

Com o tema Mulheres no caminho da missão proclamam a justiça e a paz, aconteceu no último sábado (27), o XIV Encontro de Mulheres Metodista a Distância. Como nas edições anteriores, participaram mais de 5 mil pessoas. De acordo com a pastora Margarida Ribeiro, coordenadora do evento, essa temática nasceu de uma parceria entre o Centro Otília Chaves e a Confederação de Mulheres Metodista. “Essa abordagem ajudará as mulheres a se capacitarem para exercer a missão e apregoar Cristo não só na igreja, mas também na sociedade”, comenta.

A pastora acrescenta ainda que esse tema foi escolhido para o segundo semestre por ser justamente um período de decisões importantes por conta das eleições municipais. “Não apenas as mulheres, mas todo o povo metodista precisa estar envolvido em ações de justiça e paz que gerem transformações onde quer que nos encontremos”, defende a reverenda.

Desde a primeira edição em 2010, as participações nesse encontro a distância vêm aumentando. Segundo a pastora, as mulheres da Primeira Região estão entre as mais atuantes, participando desde o início sempre de forma bem organizada. De acordo com a presidente da Federação de Mulheres da 1ªRE, Fátima Regina da Silva, as expectativas para esta edição são as melhores: “O tema é bastante sugestivo para os dias em que estamos vivendo. De fato, podemos ajudar a sociedade não nos calando em meio às injustiças. Estamos prantas para unir forças na construção de um mundo melhor e sem violência”, declara.

Para a presidente da Federação, um dos frutos conquistados pelas pessoas ao participarem desse evento é chegar a um maior comprometimento com a obra de Deus. “Esperamos ser surpreendidas mais uma vez pelas palestras. Aqueles que não viveram deveriam viver esses momentos de comunhão e aprendizado”, convida.

Esta edição do Encontro contou com a participação do bispo Paulo Lockmann, como presidente do Concílio Mundial Metodista; das bispas Marisa de Freitas (REMNE) e Hideide de Brito (8ªRE); da reverenda Amélia Tavares, editora da Revista Visão Missionária; e Ivana Garcia Aguiar, presidente da Confederação de Mulheres; entre outros nomes. O evento trouxe ainda presenças internacionais como a bispa da Igreja Metodista da Alemanha, Rosemarie Werner; e a pastora Lizzete Gabriel Montalvo, presidente do Conselho Evangélico de Igrejas Metodistas da América Latina e Caribe (Ciemal). Também houve testemunhos de mulheres envolvidas em políticas públicas que lutam contra a corrupção e defendem o direito de as pessoas terem uma vida mais digna.

 

Uma boa parceria

Essa proposta nasceu de uma parceira entre Centro Otília Chaves e Confederação de Mulheres, sendo apoiado pela Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), a Faculdade de Teologia (Fateo) e a Igreja Metodista da Grã-Bretanha. Tendo em vista a dimensão do país e a dificuldade de algumas mulheres para se descolarem aos grandes centros, o Encontro a Distância, ao fazer uso das mídias disponíveis, consegue levar essa capacitação aos polos localizados em diferentes regiões preparados para oferecer o encontro em dois períodos diferentes (veja horários).

O material preparado foi transmitido por uma equipe da Umesp. O acesso a um link permitiu que houvesse uma interação em tempo real. Além disso, cada polo recebeu um DVD com o mesmo conteúdo. Caso ocorresse algum problema técnico durante a transmissão, esse material seria usado para garantir a participação de todos. “Com esse recurso, conseguimos aproximar mulheres que vivem longe umas das outras. Também há a participação de outros países, como Chile, Equador e Peru”, informa pastora Margarida.

Tendo em vista a abrangência do encontro, torna-se difícil ter uma precisão os resultados. No entanto, para a pastora Margarida, o fato de número de participações vir crescendo a cada edição sinaliza um retorno positivo. Ela informou ainda que o Centro Otília Chaves tem recebido alguns testemunhos de conversão e transformações de vidas como frutos desse trabalho. “Isso confirma que, mesmo a distância, as pessoas têm conseguido aprender sobre os diversos temas que têm sido abordados”, alegra-se.

O encontro se repetiu em dois períodos mantendo a mesma programação. Assim, foi possível escolher o horário mais conveniente.

tr?id=228531294253728&ev=PageView&noscript=1