Tel: (21) 2557-3542     |     Webmail     |     Webmail Pastores

You Tube

Assine nossa newsletter

Últimas notícias

Vídeo em destaque

Formação, missão e ética cristã nortearam a agenda

A Ordem Diaconal da Igreja Metodista reuniu-se para mais uma Assembleia, no mês de novembro. Desta vez, o espaço para o encontro foi uma das salas do Instituto Metodista Bennett. A Ordem, que vem marcando presença em Concílios e outros eventos metodistas, reúne um grupo cada vez maior de diáconos e aspirantes ao diaconato, segundo o presidente Livingstone da Silva. A pauta da reunião envolveu questões como formação, missão e ética cristã.

Foi a primeira vez que o evento contou com uma programação que durou o dia inteiro. As assembleias anteriores foram realizadas em igrejas locais, nos horários da Escola Dominical, com a participação dos diáconos no culto. De acordo com o presidente da Ordem, o objetivo da Assembleia é “orientar e debater uma série de questões pertinentes à vida da Igreja e do Diaconato”. Para isso, foram apresentados diversos artigos dos Cânones que estão diretamente ligados à Diaconia.

Uma devocional abriu as atividades, que contaram com a palestra do presidente da Comissão Ministerial da Sétima Região Eclesiástica, pastor Joel Alves Neto, enfatizando a missão do diácono e a diferença que ele pode fazer na vida da Igreja. “Se marcamos um diferencial com nossa presença, nossa forma de agir, já estaremos fazendo uma revolução”, disse. Ele também falou a respeito do compromisso de quem serve ao Senhor e destacou a importância da parceria entre a Ordem Diaconal e Presbiteral.

Na ocasião, houve a leitura e homologação do resultado das últimas eleições para a diretoria, realizadas via online, além da aprovação da logomarca metodista. Um assunto bastante debatido foi a grade curricular do curso, aprovada pelo Conselho Nacional de Educação Teológica (Conet). Foi proposto pelo grupo alteração da ementa de Estrutura e Organização da Igreja, de forma que contemple mais aspectos ligados à administração. Atualmente, de acordo com os Cânones, a formação do diácono exige um ano de período probatório e 300 horas/aula ou até três anos de curso.

Entre os desafios da Ordem está o seu Código de Ética, que deverá ter o esboço apresentado até o final de janeiro de 2017. Além disso, a Ordem aguarda a homologação do Regulamento Regional pelo bispo Paulo Lockmann. Livingstone lembra ainda que o Regulamento da 1ªRE auxiliou no Nacional, aprovado em Concílio Geral.

Durante o encontro, o presidente da Ordem Diaconal aproveitou para falar sobre o Seminário sobre Estudo Bíblico, que será realizado em março e contará com a presença do bispo Paulo Lockmann, e o 2º Encontro Nacional de Diaconia, no segundo semestre. No encerramento, houve a celebração da Santa Ceia.

tr?id=228531294253728&ev=PageView&noscript=1