Tel: (21) 2557-3542     |     Webmail     |     Webmail Pastores

You Tube

Assine nossa newsletter

Últimas notícias

Vídeo em destaque

RELATÓRIO DA SECRETARIA DE MISSÕES DA IGREJA METODISTA DA I REGIÃO ECLESIÁSTICA.

 

1 - Introdução

Segundo o Regimento Interno da I Região Eclesiástica, a Secretaria tem por finalidade auxiliar ao Bispo da I Região na execução dos projetos missionários da Região e no início de 2014 tinha dentro de sua estrutura 1) o Ministério Regional de Evangelismo, 2) o Ministério Regional da Família, 3) o Ministério Regional de Oração e Intercessão, 4) o Ministério Regional de Voluntários em Missões, 5) o Evangemed.

 

Seguindo orientações do Bispo priorizamos as ações no Ministério Regional de Evangelismo e no Ministério Regional de Voluntários em Missões.  E evitamos ao máximo atividades regionais, exceto o Congresso Regional de Missões, cuja pretensão foi reunir evangelistas, coordenadores/as dos ministérios de Missões e evangelismo das igreja locais, pastores/as dos 137 campos missionários  da então I Região Eclesiástica.

 

Gastamos muito tempo conversando, visitando e dando suporte aos pastores/as dos Campos Missionários.

 

Como as oportunidades e necessidades foram sempre em muito maior número, certamente as possibilidades de atendimentos, sobretudo ajuda financeira para comprar propriedades, construir imóveis e bancar avanços missionários ficaram num plano de frustração.

 

Mas trabalhamos promovendo a criação da presença da Igreja Metodista em cada município nesse biênio, o que foi alcançado em abril desse ano com a abertura da igreja em Parati.

 

Estamos presentes em todos os municípios fluminenses.

Para o próximo biênio o alvo é uma igreja em cada bairro e um grupo de discipulado em cada rua. Pela fé oramos e trabalhamos para que nossa Igreja na atual configuração de I Região alcance um milhão de discípulos/as.

 

No biênio passado realizamos diversos pequenos encontros com lideranças das Federações, com as duas outras secretarias Regionais (Ação Social e Ação Docente), Ministério Regional de Discipulado, Escola de Missões e Pastores superintendentes distritais, visando um planejamento mais integrado, com menos encontros e mais parcerias.

 

A coisa andou muito devagar durante o biênio passado, mas possibilitou parcerias tremendas para o biênio que se inicia agora em 2016. 70% das atividades e projetos serão realizados em parcerias com as Federações, Secretaria Regional de Ação Docente, Escola de Missões, IMAS, Ordem Diaconal, Ministério Regional de Comunicação e Núcleo de Capacitação de Leigos/as.

 

Nossa região através do Bispo Paulo e de mim mesmo procuramos o Revmo Bispo da IV Região para cumprirmos a parceria definida pelo último Concílio Geral da I Região e da IV Região com a finalidade de investimentos missionários e financeiros no Estado do Espírito Santo para torna-lo uma nova região eclesiástica. Infelizmente o Bispo da IV Região nunca mostrou-se aberto ou interessado nisso e por isso nós da I Região não pudemos cumprir determinação de um órgão superior, no caso, do Concílio Geral da Igreja.

 

Doeu-nos sobretudo a não realização do curso de Capacitação e reciclagem missionária para pastores e pastoras da Igreja, a ser oferecido pela Escola de Missões, que também passou por contínuas mudanças e acertos em sua equipe. O curso seria intensivo e apresentaria uma síntese do que é ministrado aos missionários que são formados na Escola de Missões para serem enviados pela nossa agencia missionária Inform. Mas se Deus permitir, o curso será ministrado agora em 2016 e 2017. A Secretaria Regional de Missões propôs e constou do Planejamento Estratégico de nossa Igreja o treinamento e envio de pelo menos 100 missionários transculturais até 2020. Estamos atrasados no projeto, mas como temos a bênção de ter o idealizador da proposta acima hoje na direção da Escola de Missões, acreditamos que isso será possível.

 

As ofertas missionárias sempre foram alcançadas seus alvos mínimos. Na verdade ultrapassados. Foram aplicados com lisura nos projetos aos quais se destinavam. O único projeto que teve verba dessa campanha e que ainda não foi utilizada é o trabalho missionário em Caiena, na Guiana Francesa.

 

Temos em pauta a parceria da I Região com a Igreja Metodista Unida dos Estados Unidos para a abertura e manutenção de uma projeto missionário em Caiena, na Guiana Francesa, e a manutenção de outros projetos missionários da Região, como por exemplo, no Peru. Há uma equipe da I Região, da Escola de Missões e da Igreja Unida que está indo agora em fevereiro na Guiana Francesa para avaliar as necessidades do trabalho missionário ali.

 

O IV Congresso de Missões aconteceu na Escola de Missões em outubro de 2014 coma ministração do Pastor Carlos Queirós, da Igreja de Cristo de Fortaleza. Foi muita unção e bênção.

 

Solicitei à Revda Selma Antunes que fizesse em separado o relatório do Ministério Regional de Voluntários em Missões que organizou caravanas missionárias para vários Campos Missionários Regionais, para outras Regiões Eclesiásticas (sobretudo para o barco missionário do Amazonas) e até para outros países latino americanos.

 

Lamentavelmente no final de 2014 fui acometido por uma enfermidade que reduziu muito minhas ações à frente da Secretaria Regional de Missões. Tivemos ainda o desmantelamento parcial da equipe Regional com a transferência de alguns obreiros/as para outras Regiões (inclusive a VII que desde sua criação não atuamos nela e em seus 16 distritos e em seus campos missionários) , a crise econômica que atingiu a igreja e também os projetos missionários.

 

Estivemos participando da discussão de que a Escola de Missões, embora localizada em área geográfica da VII Região seria, no mínimo, uma instituição gerenciada pela I e VII Regiões. O que ficou acordado/acertado com o nosso Bispo. A Escola de Missões foi um projeto da I Região e do seu Bispo. A I Região acreditou no projeto e investiu orações e recursos ali. Achamos justos não abrir mão desse projeto, visto que pode ser perfeitamente gerenciado pelas duas Regiões.

 

A equipe Regional hoje está refeita. O planejamento da secretaria construído e orado ao longo dos 2 últimos anos está pronto para ser aprovado, consagrado a Deus e executado para que seja bênção sobre nossa I Região, sobre a Igreja Metodista no Brasil e sobre nosso país.

 

Nossa gratidão ao Bispo Paulo Lockmann por sua confiança, apoio e estímulo ao nosso trabalho, meu e da Secretaria de Missões. Aos pastores/as superintendente distritais também, é verdade, uns mais que os outros, mas no final tudo cooperou para o bem daqueles que amam Deus e desejam fazer e viver e investir em Missões.

 

A Missão de Deus é estabelecer o seu Reino, afirma-nos o Plano para a Vida e Missão da Igreja. E à nós igreja cabe assumir que nossa missão é participar da Missão do Pai. Is por todo mundo pregando o evangelho, testemunhando que o Reino do Senhor já está entre nós, discipulando os crentes em cristo para que tenham igualmente paixão missionária, paixão pelas almas perdidas, e que possam discipular outros para que igualmente discipulem outros... até que Ele, o Senhor, venha.

 

A Deus toda a honra e toda a glória.

 

tr?id=228531294253728&ev=PageView&noscript=1