Tel: (21) 2557-3542     |     Webmail     |     Webmail Pastores

You Tube

Assine nossa newsletter

Últimas notícias

Vídeo em destaque

 

Tomás de Aquino foi um dos mais importantes teólogos do Cristianismo. Na Idade Média, ninguém o superou. Escreveu entre outras coisas, as “Cinco vias”, ou cinco provas da existência de Deus. Mesmo sendo antigas, continuam sendo um interessante argumento que nos ajuda a pensar o ser de Deus. Seu princípio mais básico é o de que Deus é o princípio e fim de todas as coisas.

Uma dessas vias ou provas fala da Causa Primeira ou Causa Eficiente. Ela decorre da relação "causa/efeito" que se observa nas coisas criadas. Para Tomás de Aquino, não se encontra na natureza, algo que seja a causa de si mesmo, porque desse modo seria anterior a si próprio: o que seria impossível. É necessário que haja uma causa primeira que por ninguém tenha sido causada, pois a todo efeito é atribuída uma causa, do contrário não haveria nenhum efeito, pois, cada causa pediria uma outra numa sequência infinita e não se chegaria ao efeito atual. Logo, seria necessário afirmar a existência de uma Causa eficiente primeira que não tivesse sido causada por ninguém ou por nada. Deus seria, para Tomás de Aquino a única causa, sem causa. Deus seria, portanto, o fundamento de si mesmo.

No mundo real onde vivemos, sofremos, amamos. Neste nosso mundo tão querido, mas também tão cheio de contradições, temos sido informados de uma efervescência social provocada pela ocupação das escolas públicas por estudantes do ensino médio. Há quem lamente o fato de (por causa deste movimento) as aulas serem interrompidas, em prejuízo de muitos que querem estudar. Há quem, inclusive, diga que a luta destes estudantes tem fundo puramente ideológico. Não desconsidero nenhuma destas alegações. São sim pertinentes, mas nem sempre nos perguntamos pelo que desencadeou os protestos, sua causa: as condições permanentemente precárias do ensino no Brasil. O movimento não é, portanto, sem causa (como Deus o é). Ele tem, isto sim, uma boa causa: estes adolescentes estão nos lembrando que o único meio de tirar o Brasil do histórico atraso econômico é a mudança de nosso sistema educacional. Para confirmar sua percepção, basta olhar ao redor de nós. Somente nos países onde educação tem sido tratada como prioridade absoluta é que houve avanços econômicos e sociais permanentes. Tomemos o exemplo da Coréia do Sul. Ao fim da Guerra fratricida, quase metade da população era analfabeta. Hoje a Coréia conseguiu atingir avanços sociais invejáveis. Por que? Simplesmente porque fez da educação (especialmente do ensino fundamental e médio) uma prioridade impostergável.

Pode ser que nos ajudaria um pouco se analisássemos a luta destes adolescentes sobre esta ótica. Eles não são os “perturbadores” da nação. O que perturba é a eterna inépcia do poder público em implantar projetos duradouros que façam da educação um motivo de satisfação e orgulho para todos nós. Vou mais longe: este princípio interpretativo vale para todos os movimentos sociais. Em vez de criminalizá-los, deveríamos nos perguntar por suas causas. Me explico: enquanto houver déficit habitacional no Brasil (só no Grande Rio são mais de 450 mil habitações), a pauta do MTST está em dia. Enquanto houver terras improdutivas no Brasil, não cumprindo assim sua função social, o MST, continua sendo uma voz que não deve, nem pode ser calar.

Voltemos onde começamos, pois na metafísica, parece a alguns não haver espaço para política ou polêmica. Deus é causa sem causa. Mas Ele, sendo incausado, tem a cada um de nós, sua causa mais fundamental. O amor de Deus por nós é o sentido definitivo da história. Não sendo pressionado por nada nem por ninguém, Deus, num ato de pura e livre graça, decidiu-se por nós. Ele não se cansa de todos os dias recomeçar conosco. Sua misericórdia se renova a cada manhã. Com isso meu coração fica tranquilo. Somos todos amados por Deus. Seu cuidado perpassa cada instante de nossas vidas. E o mais fascinante de tudo é que nisso, ele não muda, nunca mudará. Seu amor é, sem fim!

Levy Bastos

tr?id=228531294253728&ev=PageView&noscript=1