Tel: (21) 2557-3542     |     Webmail     |     Webmail Pastores

You Tube

Assine nossa newsletter

Últimas notícias

Vídeo em destaque

 

Igrejas, unidas a organizações e agências missionárias, se mobilizam para o Ide de Jesus durante as competições

Animadas com as olimpíadas 2016, diversas denominações uniram forças com outros movimentos e Ongs para levar as Boas-Novas a atletas e ao público em geral. Ao passar nos arredores do Parque Olímpico e dos estádios onde acontecem as competições é notória a concentração de cristãos cumprindo o Ide de Jesus. Muitas denominações distribuem panfletos e publicações que falam do amor de Deus. As igrejas metodistas, espalhadas pela cidade do Rio de Janeiro, também se mobilizaram para ações evangelísticas nesse período.

Mais de 60 igrejas evangélicas brasileiras abriram suas portas para receber missionários da Jocum, Jovens com uma Missão. Entre as metodistas, destacam-se a Igreja de Vila Isabel, sob a liderança do pastor Edson Sardinha, e a Igreja Barra Olímpica Rio 2, pastoreada por Paulo Welte. A Federação Metodista de Jovens também tem se engajado, apoiando as duas iniciativas.

Em Vila Isabel, foram acolhidos 20 cristãos do Brasil e de outros países, entre eles Holanda, Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Turquia e Barbados. Além de hospedar, oferecer café da manhã e lanche, a igreja em Vila Isabel, por meio do Ministério de Evangelização e acompanhada pelo pastor titular, está ao lado dos missionários nas programações evangelísticas. E aos domingos, eles participam da rotina e liturgia da igreja. “Tem sido um trabalho muito rico, de capacitação e evangelização. Foram dois treinamentos oferecidos pela Jocum para voluntários brasileiros e estrangeiros. É um investimento na salvação de almas”, afirmou pastor Edson Sardinha.

Já a Igreja Metodista Barra Olímpica Rio 2, pastoreada por Paulo Welte, além de servir em alguns dias de base para missionários da Jocum, se envolveu com as atividades do Movimento Braços Abertos, um esforço evangelístico que une diversas denominações e agências missionárias.

 

 

Maratona da fé

Metodistas de duas igrejas de tradição wesleyana chegaram recentemente com o grupo de Barbados e levaram a fé cristã através de um trabalho corpo a corpo na Barra da Tijuca e na Praia de Copacabana. Está no Rio também o pastor Taylor Rogers, ministro de missões da Igreja de Cristo no Texas, do Max Lucado. Da mesma forma que os outros missionários, ele e a família estão concentrados na igreja de Vila Isabel na parte da manhã e à tarde saem para as programações evangelísticas. Houve ações nas localidades e bairros próximos ao Maracanã, Engenhão e Parque Olímpico. Também foram feitos trabalhos no Boulevard Olímpico, localizado na Praça Mauá, e na Praça XV. Além disso, a igreja participou ao lado da Jocum, de um culto com todas as equipes de missionários pelos 100 dias de oração pelas Olimpíadas.

Metodistas de Vila Isabel Barra Olímpica Rio 2 fazem uma verdadeira maratona da fé, num circuito que só deve terminar com o encerramento das Olimpíadas em 21 de agosto.

 

Olimpíadas e Caminhada da Paz

A IM Parque Olímpico 2, por meio da Jocum, participou de atividades envolvendo artes, hiphop e a distribuição de material bilíngue sobre olimpíadas, atletas cristãos e o amor de Deus. Além disso, sob a coordenação do Movimento Braços Abertos, acompanhou a Caminhada da Paz, no Parque Olímpico, Barra da Tijuca.

O evento foi marcado por experiências e testemunhos. Diversas pessoas de países diferentes se aproximaram e puderam ouvir sobre Jesus. Isso porque durante a caminhada os participantes ergueram bandeiras de 200 países. “Foi muito forte e impactante”, expressou pastor Paulo Welte.

Outra experiência narrada com entusiasmo por ele nesse período olímpico foi a de clamarmos a Deus ao lado de líderes cristãos de outras nacionalidades. “Estávamos tendo o ensaio de louvor e três pessoas entraram em nossa igreja. Eram coreanos que fazem parte de uma equipe que vem orando pelos atletas nas últimas sete Olimpíadas. “Eles nos deram a bandeira do país deles para que orássemos e nós demos a nossa para que intercedessem pelo Brasil. Foi um momento lindo”, mencionou emocionado exemplificando.

Pelo Movimento Braços Abertos estão programados ainda participações em festivais comunitários, conferências, atividades esportivas, Escola Bíblicas Dominicais, e ação ecológica e evangelística no Aterro do Flamengo. Segundo o pastor Paulo Welte, com a oportunidade de trabalhar ao lado de outras organizações, a igreja metodista está aprendendo técnicas novas de evangelismo infantil e criativo, aperfeiçoando a sua logística na hora de servir e coordenar eventos. De acordo com ele, as iniciativas evangelísticas e missionárias durante as Olimpíadas têm dado oportunidade ainda de comunhão e estimulado o trabalho em equipe e intercessões pelas nações. “Tem sido gratificante levar aos de fora o amor do carioca, do povo brasileiro, e acima de tudo de Deus”, completa.

Para o pastor Edson Sardinha, que há bastante tempo vinha amadurecendo a oportunidade de evangelizar durante as Olimpíadas, já que a igreja fica próxima ao Maracanã, foi uma alegria poder propagar o Evangelho ao lado de missionários do mundo inteiro. “Estávamos pensando em como poderíamos fazer para alcançar as mais de 200 nações que estariam vindo para o Brasil. As Olimpíadas chegaram e Deus nos deu a graça de caminhar com eles.”

tr?id=228531294253728&ev=PageView&noscript=1