Tel: (21) 2557-3542     |     Webmail     |     Webmail Pastores

You Tube

Assine nossa newsletter

Últimas notícias

Vídeo em destaque

 

Trinta alunos participam das aulas de judô que acontecem no templo da igreja em Nova Iguaçu duas vezes na semana

Por acreditar no esporte como canal de transformação, o pastor Jean Delminio, líder do Campo Missionário Jardim Paraíso 2, Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, lançou o Projeto Restaurar, atualmente sob a coordenação do irmão Paulo Gouvea. Com essa iniciativa, crianças e adolescentes entre 6 e 16 anos de idades moradores da localidade passaram a praticar o judô. Sob a orientação técnica dos mestres Jorge Lima e Wanderson Lima (pai e filho), membros da Liga Iguaçuana de Judô (LIJU), as aulas acontecem duas vezes na semana no próprio templo.

Na ocasião em que foi liderar o Campo Missionário naquela comunidade, pastor Delminio percebeu que muitas crianças tinham seus sonhos interrompidos. Com esse projeto, além serem inseridas na vida da igreja, esses menores passaram a ver a possibilidade de uma realização pessoal. “Além de morar numa lugar sob o domínio do tráfico de drogas, elas vêm de famílias desestruturadas”, comenta o pastor.

As aulas, que tiveram início em março deste ano, já contam com trinta alunos. Para participar, no entanto, cada um paga uma taxa mensal de 20 reais para custear as despesas do projeto. No entanto, alguns, cujos pais não dispõem dessa quantia, são apadrinhados por alguns irmãos. Para pastor Jean, a Igreja tem o compromisso de orientar e acompanhar essas crianças a fim de tenham uma vida mais digna.

Na visão do líder, a realização dos jogos olímpicos no Rio de Janeiro serviu para estimular ainda mais a prática esportiva. “Um evento como esse tem o poder de alimentar o imaginário da criança, gerando esperança em cada uma delas. E os atletas acabam servindo também de referencial”, destaca. Ele ressalta também a importância dos trabalhos sociais que incentivam o esporte. “São ferramentas que ajudam as crianças esquecidas pelos nossos governantes. No entanto, por meio de projetos, como o Restaurar, conseguimos mudar vidas, ressuscitar sonhos e dar dignidades a famílias”, declara.

A própria Palavra de Deus, reforça o pastor, em dado momento, faz referência à prática esportiva na vida de alguns personagens bíblicos. Por isso, ele entende que as igrejas precisam desenvolver trabalhos sociais voltadas para essa área. “Creio ser o esporte um dos melhores meios de socialização e evangelização de crianças e jovens”, finaliza.

tr?id=228531294253728&ev=PageView&noscript=1