Tel: (21) 2557-3542     |     Webmail     |     Webmail Pastores

You Tube

Fruto do crescimento da Igreja Metodista em todo o Estado do Rio de Janeiro, a Sétima Região Eclesiástica realiza o seu primeiro Concílio Regional ordinário. Hoje, dia 10, às 14  horas,  acontece o culto de abertura que reúne cerca de 400 delegados na Escola de Missões, em Teresópolis. A previsão é que a assembleia, sob a liderança do bispo Paulo Lockmann, termine no domingo, 13.  A exemplo do Concílio da Primeira Região, farão parte da agenda eleições de relatórios da Coream,  de comissões de Justiça, Ministerial Regional, Relações Ministeriais (permanentes), Escrutinadores e Indicações. 

A área administrativa, da tesouraria e demais secretarias e instituições apresentarão seus relatórios referente ao biênio.  Ainda serão eleitos neste evento os delegados leigos e clérigos indicados pela 7ªRE ao Concílio Geral. Além de Lockmann, estarão presentes os bispos Carlos Alberto Tavares Alves (4ªRE) e bispo emérito Adriel de Souza Maia.

A  plenária para a indicação de nomes ao episcopado acontecerá amanhã (sexta-feira).  A atual legislação canônica estabelece um sistema de eleição de bispo com indicação de três nomes para cada Região, feitas pelos Concílios Regionais, a partir de indicações das Igrejas Locais e dos Distritos. Com a criação de novas Regiões, a possibilidade de indicação de nomes para o episcopado também cresceu. No total, a lista de candidatos da Sétima Região é composta por 23 nomes.

Segundo o bispo, por ocasião da apresentação da proposta de criação da 7ªRE, “ao longo da tradição bíblica e da história da Igreja Cristã, bem como da Igreja Metodista no Brasil, o crescimento é sempre fruto de uma visão que nasce no coração do Senhor e de uma resposta de fé ousada, onde o povo de Deus muda sua vida, assume riscos e toma medidas, crendo que aquele que fez a promessa é fiel para cumpri-la”. Foi neste espírito e com vistas ao avanço missionário,  segundo ele, que a Igreja Metodista no Estado caminhou para a concretização de uma nova Região Eclesiástica, que hoje definirá seus próprios rumos em seu primeiro concílio ordinário. Os delegados presentes representarão cerca de 300 igrejas, incluindo os campos missionários.

A Sétima Região, que nesses últimos anos já avançou em termos de independência, estrutura e funcionamento, tendo inclusive uma Sede Regional, localizada em Itaipava, já tem atendido em parte as igrejas que compõem os distritos correspondentes:  Niterói, São Gonçalo, Itaocara, Pádua, Cabo Frio, Macaé, Três Rios, Petrópolis e Teresópolis. A área possui mais de 50 mil membros, e seus projetos envolvem a arrecadação de 47% do total da 1ªRE.

A expectativa do bispo Paulo Lockmann é de que, como aconteceu em todos os Concílios que ele já liderou, nesta primeira importante assembleia da Sétima “o Espírito Santo testifique ao nosso coração o melhor para a Região.”

 
tr?id=228531294253728&ev=PageView&noscript=1